Jogo de futebol “justificou” presença do Brasil perante o PT

Em 19 de agosto de 2004, Antonio Patriota, hoje ministro das relações exteriores, almoçou com o ex-embaixador americano John Danilovich e com o representante dos EUA na ONU, Sichan Siv.

Um documento diplomático mostra o tamanho da satisfação brasileira com o amistoso entre o Brasil e a seleção do Haiti, que acontecera no dia anterior.
No almoço Patriota afirmou que o jogo foi um símbolo da “genuína afinidade e do diálogo” entre haitianos e brasileiros, e que teria servido para justificar a posição adotada por Lula e Celso Amorim – de que o Brasil tinha responsabilidade de ajudar no Haiti – diante das críticas que vieram “da ultraesquerda do partido governante, o PT”, relata o telegrama  de 24 de agosto.

No jogo, 6 a 0 para o Brasil sobre o Haiti.

Anúncios

2 Respostas para “Jogo de futebol “justificou” presença do Brasil perante o PT

  1. Heitor Rodrigues

    Em 1969, o Santos de Pelé tinha um amistoso agendado contra a Selação do Congo Belga, então em guerra civil. Não havia nenhuma garantia de segurança e os dirigentes do Santos avisaram o governo local que não poderiam honrar o compromisso. Diante da decepção da população, que aguardava o jôgo há muito tempo, os exércitos em luta decidiram por uma trégua durante a visita do time brasileiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s