Audiência de Julian caminha para conclusão

O julgamento de Julian Assange caminha para uma conclusão nesta sexta-feira. O advogado de defesa Geoffrey Robertson está neste momento fazendo sua argumentação final na corte londirna em Woolwich.

Robertson argumenta que a promotora sueca Marianne Ny não tem autoridade de emitir um mandado de prisão europeu. Ele questionou se esse mandato seria válido apenas para questionamento e não para uma acusação formal. Segundo ele, a própria Ny teria admitido que o pedido de prisão foi feito para interrogatório e “possível” processo.

Leia a descrição da audiência minuto a minuto, em inglês, aqui.

Anúncios

3 Respostas para “Audiência de Julian caminha para conclusão

  1. Cara Natália, colocamos à disposição o nosso blog de jornalistas do norte fluminense (urgente!) para publicação de textos do wikileaks conforme proposta de parceria com blogs brasileiros. Abs

  2. Enquanto todas as atenções estão voltadas para as ações da promotora sueca não vejo questionamentos tanto dos defensores e Assange quanto da mídia inglesa se a própria detenção e prisão dele na forma e do jeito que ocorreu foram desproporcionais ou até ilegais perante as leis européias de direitos humanos e olhe que não falamos de crime contra a vida que não foi cometido pro Assange. A Inglaterra também tem muito que explicar sobre sua subserviência aos Eua, em que até o seu sistema judiciário demonstrou parcialidade e alinhamento com os interesses americanos.

  3. Natália: O projeto Revolution Truth é ligado ao Wikileaks? http://revolutiontruth.org?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s